Nos primeiros dias um amigo desconhecido…

  • 0 comentários

Quem não lembra do seu primeiro dia de aula? O ambiente novo, aquela porção de pessoas desconhecidas, regras diferentes das de casa e, muitas vezes, a sensação de depender pela primeira vez de apenas si mesmo.

O ingresso na escola é um evento muito importante na vida da criança, pois é o primeiro passo rumo a independência em relação aos pais. É a construção de um espaço próprio, que marcará seu caminho futuro.

Para os pais, esse também é um momento decisivo, principalmente quando se trata do primeiro filho. É uma ocasião não só de separação, mas de constatação de que seu bebê está crescendo e se tornando menos dependente. Algumas atitudes simples, porém, podem tornar essa hora menos difícil para ambas as partes. A adaptação da criança também depende do equilíbrio dos pais.

A adaptação, como o próprio nome já diz, adaptar ao novo, leva um tempo, mas esse período não é tão longo como muitos pais o fazem. A adaptação tem um tempo limitado, ela se dá nos primeiros dias, nas primeiras semanas, onde a criança vai conhecer o espaço onde ela irá ficar.

A observação nos leva a perceber muitas vezes, que em certos casos, a criança se adapta no primeiro dia, se identifica com a escola, com os colegas, gosta da professora, passa confiar na escola e quem precisa trabalhar a questão da adaptação são os pais, são eles que não conseguem fazer a separação desse momento e não a criança. Por isso, o equilíbrio é fundamental.

Para esse período acontecer de forma saudável e tranquila, prepare seu filho para ingressar na escola. Essa preparação deve incluir desde uma visita às instalações da escola até a compra do material escolar. O entusiasmo dos pais também pode ajudá-lo a criar uma expectativa positiva sobre sua ida à escola, desde que o entusiasmo seja natural e não exagerado.

Na escola, a criança passa a pertencer a uma coletividade, que é sua turma. Ela será inserida num todo onde perceberá que precisa dividir. É um crescimento ao “eu” de casa, onde ela é praticamente o centro, e quando ela passa a entender esse processo, terá a escola como seu melhor amigo.

Todos os pais querem que seus filhos sejam felizes. Mas felicidade não se dá, muito menos se compra. Aprende-se a ser feliz. Não existe felicidade pronta, ela está nos passos de uma conquista, no caminhar de uma busca e processo da adaptação mostra esse caminho, por isso ele é fundamental.

Contribua sempre no processo de adaptação do seu filho, mas não se esqueça de adaptar-se também.

Taciana Hass Miron – Psicóloga CRP 12/03632

Compartilhamento Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *