O meu filho quebrou o dente! E agora?

  • 0 comentários

E agora, muita CALMA nessa hora! Sabemos que traumas, desde os mais brandos aos mais graves são estressantes para a criança e os pais, mas se você se munir de informações importantes sobre o que fazer no momento, tudo será mais tranquilo de lidar.

Os traumatismos dentários são extremamente frequentes na infância e adolescência, podendo ser consequência tanto de acidentes como de agressões propositalmente praticadas. Choques contra superfícies duras, quedas, entre outros, são os motivos mais comuns para a ocorrência de traumatismos nos dentes.

A maior parte dos acidentes envolvendo crianças ocorre em situações onde não acontece a supervisão de um adulto. Os dentes anteriores são os mais acometidos nos traumas, devido à sua posição no arco dentário, tanto na dentição decídua (de leite) quanto na dentição permanente.

O trauma aconteceu. O que fazer?

É importante saber que toda vítima de traumatismo dentário deve ser observada quanto ao seu estado de saúde geral, pois dependendo do tipo de acidente, os dentes são os de menos importância no momento. Crianças que apresentam perda de consciência, náuseas, vômitos, sonolência, dores de cabeça ou outro comprometimento sistêmico aparente devem ser encaminhadas ao hospital para exames.

Se a criança estiver desperta e sem nenhuma injúria corporal, entre em contato com o odontopediatra de seu filho para relatar o ocorrido e marcar uma consulta. O profissional capacitado saberá que quanto mais rápido for o atendimento, melhor será o prognóstico do tratamento e tentará encaixar o paciente na agenda para o mesmo dia, se possível. Para isso, tenha sempre em mãos o telefone do profissional odontólogo e médico de sua confiança, pois na hora do trauma tudo fica confuso e agitado.

Mantenha sempre a calma e tente tranquilizar a criança, pois ela poderá estar assustada, sentindo-se culpada pelo acidente e triste. Seja carinhoso nesse momento. Havendo contato com o material contaminado como areia, terra ou outros, realize uma limpeza com água corrente e pano limpo. Evite esfregar para não machucar ainda mais. Se houver sangramento, faça compressas de gelo no local.

Caso o dente tenha saído por completo ou um pedaço dele, coloque-o dentro de um copo com leite e leve ao dentista. NUNCA lave, esfregue ou faça qualquer tipo de manipulação no dente.

Evite que a criança mastigue qualquer tipo de alimento antes da consulta com o dentista.

Dra. Fabiana M.C. dos Santos é especialista em Odontopediatria
Contatos: 47 3344-1033 / email: fabimaf@hotmail.com

Compartilhamento Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *